Airbnb deixará de alugar casas para alguns hóspedes com menos de 25 anos, Em um esforço para impedir aglomerações, teve início no Canadá e agora entrou em vigor nos Estados Unidos, com o objetivo de coibir a realização de festas em casa, bem comuns entre os jovens. É possível se aplique a outros países, inclusive o Brasil.

21172900 0 image m 5 1574111988185nunciou a empresa que menores de 25 anos e que não tenham no mínimo três avaliações no site não poderão reservar uma casa inteira perto do local onde vivem, anunciou a empresa. mas poderão alugar casas fora de sua área, bem como reservar um quarto privado pelo Airbnb.

PROPAGANDA 

“A grande maioria dos hóspedes trata os imóveis alugados via Airbnb como se fossem suas próprias casas, e 99,95% das viagens reservadas pelo site não têm problemas relacionados à segurança”, afirmou a empresa em um comunicado. “Mas, dada a escala em que a plataforma Airbnb opera, queremos continuar investindo em soluções para obter esse percentual o mais próximo possível de 100%”.

airbnb campanha viajar proximo de casa 820x479 1

Reduzir o número de festas não autorizadas no Airbnb sempre foi uma prioridade e agora é mais importante do que nunca”, disse a empresa. “Com as leis de saúde pública em vigor em todo o país, estamos adotando ações para apoiar viagens seguras e responsáveis nos Estados Unidos”.

“Levamos 12 anos para construir a empresa e perdemos quase tudo em semanas”

Em uma entrevista para a rede americana CNBC, Chesky detalhou os problemas da plataforma e compartilhou seus prognósticos sobre o futuro da indústria, que será “muito diferente” do que a que conhecemos.

“Não sabemos quanto tempo essa tormenta vai nos atingir, por isso, então esperamos o melhor, mas nos preparamos para o pior”, disse o executivo.

O coronavírus fez com que a startup tivesse que reduzir drasticamente seus custos, levando à demissão de 1.900 mil pessoas — cerca de 25% de seus funcionários — e eliminar gastos com marketing, entre outros.

PROPAGANDA 

Classificado pela imprensa americana como um dos maiores feitos no Vale do Silício durante a Covid-19, permitirá que a empresa possa aguentar uma nova fase da crise. “Se tivermos outra quarentena ou várias quarentenas, se as comunidades continuarem obrigadas a fechar e o turismo parar, estaremos bem com as mudanças que fizemos.”

Este ano, o Airbnb estima que terá menos da metade das receitas de 2019, segundo mensagem enviada pelo executivo a seus empregados, na época do anúncio dos cortes.

Com informações da Travel+Leisure e BBC.

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
RECEBA GRATUITAMENTE NOSSAS PUBLICAÇÕES, NOTICIAS E PROMOÇÕES EM SEU EMAIL

DEIXE SUA OPINIÃO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui